A História e Origem da Minho Fumeiro

Os melhores fumeiros e charcutaria da zona Norte: Minho Fumeiro.
Dedicamos algum do nosso tempo para estudar a origem da tão prestigiada marca Minho Fumeiro e perceber de onde origina tanta qualidade e sabor.

1913 - Casa Borges: Primeira Geração 

Proveniente de uma família muito humilde, o espírito visionário e empreendedor Sr. Borges levou-o a criar um espaço completamente revolucionário para a época, a Mercearia Borges. Já naquela altura, a mercearia dispunha de um alargado leque de produtos e serviços: torrefação de café, moagem de cereais e açúcar a granel, etc.
Nesta loja de conveniência não podiam faltar, claro, os enchidos. Estes eram conservados em salgadeiras de granito com tampa de madeira e em bilhas de barro submergidos em azeite.

Segunda Geração 

O negócio continuou posteriormente pela mão dos filhos do Sr. João Borges e da Sra. Maria Alves: a Sra. Gracinda Borges e o seu esposo, o Sr. Casimiro. Na Casa Borges, nesta altura, já se trabalhavam também as carnes, faziam-se abates semanais e venda ao público.

Terceira Geração 

Em evolução constante, as carnes passaram a ser trabalhadas de forma profissional com o acompanhamento de veterinários e inspeções sanitárias. Juntou-se, assim, à conhecida Casa Borges, a abertura das portas de um espaço licenciado – o talho.

Este salto foi impulsionado pela filha da Sra. Gracinda Borges e do Sr. Casimiro: a Sra. Fernanda Borges juntamente com o seu esposo, o Sr. Ribeiro. Estes fizeram com que o talho fosse procurado por pessoas de várias regiões do país. Foi este o espaço que liderou o fornecimento das casas e restaurantes de Ponte de Lima com as suas conhecidas carnes frescas.

1993: Fundação da Minho Fumeiro- Quarta Geração 

A mercearia e o talho continuaram prósperos sob a gerência da filha da Sra. Fernanda e do Sr. Ribeiro: a Sra. Sílvia Borges e o seu esposo, o Sr. António Paulino.

Com o passar do tempo especializaram a Casa Borges em determinados produtos: carnes e miudezas, vinhos, congelados e mercearia fina – uma espécie de showroom agroalimentar português. Além disso, ambos aprimoraram a arte de trabalhar as carnes e delinearam uma estratégia de negócio que acompanhasse a realidade da grande distribuição, pelo que decidiram concentrar grande parte do negócio na produção de enchidos e fumados.

Na década de 90, a Minhofumeiro era já uma marca com estrutura licenciada.

Os anos 2000

Em 2005, a Minhofumeiro obteu como primeira empresa em Portugal do setor,  a certificação ISO 22000.

Em 2010, a Minho fumeiro fez parcerias com Chefs de Cozinha, com edição de livros de receitas com alguns dos mais reconhecidos Chefs nacionais e internacionais.

Em 2013, a empresa decidiu fazer o licenciamento para exportar para o mercado brasileiro.

Ainda neste ano, os produtos e a marca Minhofumeiro ganham uma nova expressão com a criação de uma Casa Móvel e uma Citroen HY itinerante para entrar no mercado da Comida de Rua/Street Food e estar presentes em
diversos eventos públicos, concertos e festivais.

Em 2020 realizou-se o lançamento do nosso novo website www.minhofumeiro.pt

A história, a tradição, dedicação e inovação da MinhoFumeiro em todos os produtos, com a comodidade e qualidade que merece.

Conheça já a nossa selecção de fumeiros e charcutaria da Minho Fumeiro no nosso site através: https://uflavours.com/collections/vendors?q=MinhoFumeiro

Fonte: https://minhofumeiro.pt/historia

Laisser un commentaire

Tous les commentaires sont modérés avant d'être publiés